muito prazer…

mala-sentimento-cronica

Sou como sopro no silencio

sinto, existo, envolvo

Sou como saudade de verão

desejo, inspiro, espero

Sou como rastro no chão

sigo, desvio, apago

Sou como sol encobrindo a tarde

amanheço, medito, renasço…

Sou o tempo que canta a solidão da liberdade

Sou a felicidade sóbria da palavra embriagada

Sou o penúltimo capitulo do meu conto de fada

Sou feliz, ou talvez

Era uma vez…

(maria ramos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>