cropped-20150920_150648.jpgUm dia acreditei em ilusões, príncipes, castelos e dragões

Vivi a esperança de por ti morrer mesmo sem querer

Mergulhei os lábios teus ancorados nos meus

Um dia amanheci no céu que se perdeu e se fez neblina

Sem retina, madrugada, num verso ou quase nada

(maria ramos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>