histórias para refletir: Açúcar? Não, obrigado!

tumblr_l2ywkcNSQd1qzvsqto1_400111[1]A mãe levou seu filho ao Mahatma Gandhi e implorou: “Por favor, Mahatma, meu filho anda comendo muito açúcar. Peça à ele para não comer muito açúcar, pois faz mal à saúde”.
Gandhi, depois de uma pausa, pediu: “Traga seu filho daqui há duas semanas”.
Duas semanas depois, ela voltou com o filho. Gandhi olhou bem fundo nos olhos do garoto e disse: “Meu menino! Não coma muito açúcar, pois faz mal à saúde”.
Agradecida – mas perplexa – a mulher perguntou: “Por que me pediu duas semanas? Podia ter dito a mesma coisa antes!”
E Gandhi respondeu: “Há duas semanas, eu também estava comendo muito açúcar. Não posso exigir dos outros aquilo que não pratico”

********

Uma simples história que por se tratar de Gandhi deve ser real, mas não menos reflexiva! E também não precisa de grandes explicações. Muitas vezes por sermos acadêmicos, famosos, pós graduados ou simplesmente experientes em certos assuntos, achamos que somos os donos da verdade e podemos dar conselhos. Sem perceber que em primeiro lugar não há verdade absoluta e em segundo, que todos nós estamos no mesmo barco de constante navegação no que diz respeito ao auto aperfeiçoamento moral (ou reforma intima).

Não vamos exigir dos outros aquilo que ainda não exigimos de nós. Nossas atitudes geram exemplos! Existe uma frase que gosto muito e ouvia sempre um professor repetir em suas aulas de filosofia espiritual: “- Você pratica o que prega ou somente prega com prática?”

“Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim…” – Isaías 29:13/ Mateus 15:8

Pense nisso e boa reflexão!

(maria ramos)

2 ideias sobre “histórias para refletir: Açúcar? Não, obrigado!

  1. É como se diz é mais fácil dar conselhos do que fazer o que se aconselha. rsrs Sempre gostei dessa história. Só Gandhi para fazer isso. Geralmente queremos que os outros sejam perfeito isso pq é difícil olhar e reconhecer que temos pontos a melhorar. Falei isso ontem na minha aula. Que a mudança começa a partir do momento em que admitirmos que somos falíveis que erramos. Só que isso leva um tempo e muita reflexão. Como sempre adore. Bjs
    Há tem outras coisas em sua pg que ainda tenho que ler, mas isso quero fazer com calma.

  2. rsrsr… você tem credito aqui Rosi! pode ler quando quiser ( ou não! rsr ). Gandhi é sempre um exemplo bom de se ler, e tempo é o que temos, só precisamos começar.
    bjs. love!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>